fbpx
CARREGANDO

Escreva para pesquisar

O ano de 2020 começa agora

Compartilhar

Agora que 2020 começou mesmo…

É quarta-feira de cinzas, o que significa que o ano de 2020 começa agora.

Se você estava em um mundo paralelo e não tem ideia do que anda acontecendo no Brasil, calma. Fizemos um resumão dos acontecimentos de 2020 até o momento que podem mexer no seu bolso.

O carnaval é o feriado mais esperado pela nação brasileira também representa o ponto de divisão na linha do tempo do ano. Passou o Carnaval, 2020 começa agora. E já aconteceu um montão de coisa na economia. A gente separou alguns destaques pra você “começar” o ano bem informado.

O dólar está nas alturas

Começou o ano a R$ 4,02, e bateu um novo recorde no último dia 21. O maior valor desde a criação do Plano Real, sem considerar a inflação. Há alguns motivos que explicam a flutuação do câmbio. Os principais foram o desempenho da economia americana e a baixa dos juros brasileiros.

A Selic

batendo um outro tipo de recorde, especificamente, o da taxa mais baixa da história. No início de fevereiro, o Copom decidiu reduzi-la de 4,5% para 4,25%, o quinto corte consecutivo. O comitê do Banco Central indicou que não pretende alterar a taxa básica da economia de novo no futuro próximo. Apesar de se reservar o direito de mudar de ideia.

Lembrando: a Selic é a taxa básica da economia, a que baliza todas as outras. Em teoria, sua queda devia vir acompanhada de juros mais baixos em várias esferas, como em empréstimos.

O PIX

PIX quem? O acrônimo é um novo sistema de pagamentos criado pelo Banco Central que funcionará 24 horas por dia. Em linhas gerais, é uma ferramenta para fazer transferências e pagar contas de forma rápida, sem esperar dias para que o pagamento caia.

A expectativa é que ele seja lançado em novembro de 2020 . Com isso, todas as instituições financeiras com mais de 500 mil contas ativas deverão oferecê-lo como opção de pagamento.

Open banking

Sua função é colocar todo o mercado financeiro em uma camada de tecnologia padronizada, ao mesmo tempo, uma forma de comunicação fácil para simplificar a portabilidade de dados.

E o que isso tem a ver com o PIX? Ele é um dos sinais de que o Banco Central está cada vez mais tomando medidas para modernizar o sistema financeiro. Portanto, vai estimular a inovação e gerar mais opções para os clientes. A instituição, inclusive, criou um perfil no GitHub, plataforma de hospedagem de códigos abertos e colaborativos, para demonstrar transparência com o PIX.

No fim de novembro, o BC apresentou uma proposta pública do open banking por dois meses para comentários de qualquer pessoa (física ou jurídica). Dessa forma, espera-se que as regras sejam estabelecidas até março. A gente vai estar de olho para te manter informado.

Cadastro positivo

Ainda na linha de medidas que aumentem a transparência para beneficiar o consumidor, o cadastro positivo passou a valer de verdade. Como resultado, espécie de “currículo financeiro” dos consumidores, ele reúne informações que podem ajudar o acesso ao crédito e baixar os juros de empréstimos. Em janeiro, os bancos e outras instituições passaram a ter acesso às informações. Quem não quiser fazer parte do cadastro positivo deve pedir a retirada de seu nome.

O saque imediato do FGTS continua aí. Mas por tempo limitado. Estará disponível até 31 de março.

O cheque especial mudou

Por fim, o cheque especial. O Banco Central criou novas regras que limitam os juros a 8% ao mês (ou, no máximo, 151,8% ao ano). Mas, apesar das taxas novas serem mais baixas, essa modalidade de crédito continua uma das mais elevadas do país. Além disso, os bancos poderão cobrar uma tarifa mensal de até 0,25% sobre o limite do cheque especial, mesmo para quem não usá-lo.

Vamos lá, se organizar porque 2020 começa agora!!!

Mais sobre esse tipo de assunto acesse https://blog.nubank.com.br/


Tags::

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Próximo