fbpx
CARREGANDO

Escreva para pesquisar

7 de Setembro: um feriado para turistar em Brasília

Compartilhar

Com a cidade cheia de visitantes devido às manifestações de 7 de Setembro, muitos chegaram dias antes para aproveitar e conhecer os cartões-postais de Brasília

Sob o Sol escaldante e o tempo seco, muitos turistas que vieram para as manifestações desta terça-feira (6/9) aproveitaram a manhã de segunda para conhecer Brasília, graças ao feriado prolongado de 7 de Setembro, dia da Independência.

O casal de agricultores Elizeu e Roseli Semchemchem, 56 e 53 anos, respectivamente, ficaram encantados com a arquitetura de Brasília. Ele ficou impressionado com tamanha criatividade em cada obra de Oscar Niemeyer. “Olha o que ele (Oscar Niemeyer) fez. É uma arquitetura linda”, exclama. Roseli contou que o espelho d’água do Palácio do Itamaraty foi o ponto que mais a marcou na cidade.

Moradores de Arapuã, no Paraná, os dois já estiveram no DF para negócios em outras oportunidades, e vieram para as manifestações de hoje, mas não haviam conhecido as belas construções do famoso arquiteto que criou Brasília. Passeando pela Esplanada, eles admiravam a beleza da Catedral Metropolitana. “Projetar um negócio desse tamanho, na década de 1950 e 1960, sendo organizado desse jeito, é impressionante. Niemeyer é o cara!”, destaca o agricultor.

Inaugurada em maio de 1970, o interior da igreja conta com as esculturas de três anjos, suspensos por cabos de aço, dando um toque ainda mais encantador para o lugar. Além disso, os vitrais de Marianne Peretti, considerada a maior vitralista do Brasil, e as imagens da Via Sacra do famoso pintor Di Cavalcanti são impossíveis de passarem despercebidos pelos visitantes.

Assim como o casal, vários turistas exploraram a Esplanada dos Ministérios um dia antes das manifestações. A pedagoga Zilda Mara Santos, 45, aproveitou o feriado para vir uns dias antes dos protestos para conhecer a cidade. “Eu já vim outras vezes, mas só passei de carro pelos lugares, porque vinha sem tempo para andar pela cidade. Dessa vez, chegamos um pouco antes para aproveitar o feriado e estamos turistando”, destaca.

Tirando fotos e rindo com os amigos na Praça dos Três Poderes, a moradora de Guarapari (ES) já tem planos de voltar mais vezes para visitar os locais que estão fechados. “Eu pretendo voltar para turistar mesmo. Aqui é belíssimo, e tem lugares lindos para se conhecer”, ressalta a capixaba. “As pessoas daqui nos tratam muito bem e são muito gentis”, acrescenta.

Localizada atrás do Congresso Nacional, a Praça dos Três Poderes reúne as sedes dos três poderes do Estado: o Palácio do Planalto (poder Executivo), o Congresso Nacional (poder Legislativo) e o Supremo Tribunal Federal (poder Judiciário). Com um espaço amplo e aberto, o local é um ponto importante de visitação para quem vem a Brasília. Além disso, todos os prédios da praça são obras de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.

Funcionário público e amigo de Zilda, Jonathan Procópio, 38, veio pela primeira vez à capital. Apesar de ter gostado, sentiu falta do transporte público circulando pela região central, dando mais acessibilidade para os pontos de turismo. “A gente veio para aproveitar e conhecer o Planalto Central e o Cerrado. Senti falta de mais informações sobre os pontos turísticos da cidade, e mais transporte nessa parte”, ressalta. O também capixaba veio acompanhar os pais idosos, que queriam visitar Brasília, porém estavam cansados de andar até os locais turísticos devido o forte calor.

Por conta das manifestações previstas para hoje, as pistas na Esplanada dos Ministérios ficarão bloqueadas entre a alça leste da Rodoviária do Plano Piloto até o 1º Grupamento de Bombeiro Militar, próximo à L4 norte. Para quem precisar acessar a região, deve usar as vias N2 e parte da S2, entre os ministérios e anexos.

O casal de advogados Gabriel Santoro, 34, e Yeda Carvalho, 28, já conhecem Brasília e estavam sabendo da mudança no trânsito da cidade. Quando visitam a capital, os paulistanos sempre vão ao Pontão do Lago Sul, local favorito da Yeda, por ser fresco e com uma linda vista do Lago Paranoá, além de circular pela Esplanada.

Portanto já é a segunda vez que os noivos visitam juntos a capital, e contam que adoram vir para cá pelo ambiente aberto e sem tantas construções pesadas, diferentemente de São Paulo. Gabriel, além de acompanhar a noiva no Pontão, sempre dá uma passada pela Praça dos Três Poderes. “Gosto da Esplanada para caminhar por conta da arquitetura, da paisagem e do calor. São Paulo é muito fechado, tem muito prédio, e aqui é tudo muito amplo. É gostoso andar e ver a arquitetura daqui”, ressalta.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

Tags::

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Curso
Criando sua rádio web do zero

LANÇAMENTO
50% OFF

SABER MAIS
close-link