CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Asteroide 2002 PZ39

Compartilhar

O asteroide 2002 PZ39, um dos maiores passará “perto” da órbita terrestre no próximo sábado (15), às 8h (horário de Brasília). A queda de um objeto espacial nesse porte poderia causar um grande estrago, mas, a chance de colisão é nula.

Os asteroides são corpos rochosos de estrutura metálica que orbitam em torno do sol como os planetas, mas que possuem uma massa muito pequena em comparação a eles. Seu diâmetro pode alcançar centenas de quilômetros, mas também pode ser de alguns poucos metros.

O asteroide de 990 metros de diâmetro, aproximadamente um quarto do tamanho da Lua, cruza o espaço com a velocidade de 57.240 km/h. 

Apesar da notícia parecer bem assustadora pelo medo de uma colisão, o asteroide 2002 PZ39 passará a 5,7 milhões de quilômetros da terra, o equivalente a 15 vezes a distância da Terra até a Lua.

A rocha faz parte do grupo Apollo, que é formado pelos asteroides potencialmente perigosos por cruzarem a órbita do planeta ao redor do Sol.

NASA

O asteroide é monitorado pelo CNEOS (Center for Near Earth Object Studies), centro ligado a Nasa, desde 23 de outubro de 1995. 

Outros asteroides irão passar bem mais perto daqui nos próximos dias. Por exemplo, o 2018 CW2 deve “raspar” no dia 17 a apenas 630 mil quilômetros de distância (1,6 vezes a distância entre a Terra e a Lua), mas ele só tem 47 metros de diâmetro. O 2002 PZ39 se diferencia nisso, com quase um quilômetro de diâmetro.

Curiosidades sobre astroides:

1) Você sabia que todos os dias a Terra é atingida por asteroides? O bom é que eles geralmente possuem dimensões muito pequenas, praticamente insignificantes, não sendo capazes de provocar qualquer alteração no planeta. Geralmente, eles são destruídos ao entrar em choque com a atmosfera e não chegam a atingir o solo.

2) Em 1909, um asteroide com tamanho equivalente a um campo de futebol atingiu a Terra e explodiu em nossa atmosfera. A explosão provocou abalos que destruíram mais de 2 mil quilômetros quadrados da Sibéria.

3) Outro asteroide, dessa vez com o tamanho de dois campos de futebol, vem causando muita polêmica, preocupações e teorias da conspiração, o Apophis tem cerca de 250 metros de diâmetro e 45 milhões de toneladas. Caso atinja a Terra, seria capaz de destruir facilmente uma grande cidade, pois teria um poder destrutivo muitas vezes maior que uma bomba atômica. No entanto, para os cientistas, a possibilidade de ele atingir a Terra é quase nula, apesar disso, alguns afirmam que ele irá nos atingir em 2036, apesar de a maioria afirmar o contrário.

4) Asteroides podem se transformar em luas ou satélites naturais. Estima-se que muitas luas de diversos planetas tenham surgido dessa forma. Um exemplo bastante conhecido entre os astrônomos é Fobos, que orbita ao redor de Marte.

5) Asteroides também podem possuir suas luas. Alguns asteroides são tão grandes que possuem campo gravitacional grande o suficiente para atrair outros corpos celestes. Um exemplo é o asteroide Ida, que possui a sua própria lua, que foi chamada de “Dáctilo”.


Tags::
Artigo anterior
Artigo seguinte

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Próximo