fbpx
CARREGANDO

Escreva para pesquisar

As diferentes profissões necessárias em uma rádio

Compartilhar

O rádio é um dos meios de comunicação mais tradicionais. Diferente da televisão, não teve sua audiência reduzida com o advento da internet. Ele continua sendo a companhia das donas de casa, dos motoristas, dos jovens e até das crianças.

Como normalmente a transmissão de rádio envolve apenas 1 locutor de cada vez, fica fácil para o ouvinte não se dar conta do tamanho da estrutura necessária para fazer tudo funcionar corretamente. Em uma rádio tradicional existem diversas profissões distintas, cada uma com uma função imprescindível.

Você quer saber quais são elas e como elas fazem a diferença no funcionamento desse grande e tradicional meio de comunicação? Então continue a leitura desse texto para saber mais.

Quais são os profissionais envolvidos no funcionamento de uma rádio

Por detrás das músicas, locuções, informativos e propagandas existem vários profissionais que trabalham diuturnamente para que a programação chegue até a audiência. Conheça quem são eles:

Coordenador de programação: esse profissional é o responsável por planejar, controlar e fazer acontecer toda a programação da rádio.

Ou seja, é de responsabilidade dele encaixar no devido momento os programas, as notícias, os comerciais, vinhetas e chamadas no momento certo. Para isso é preciso que ele tenha muita atenção, pois qualquer erro interfere diretamente na qualidade da programação. Além da habilidade para organizar tudo, ele precisa saber lidar com imprevistos de forma a buscar soluções rápidas, para que o ouvinte não perceba nenhum problema.

Criador: esse é o profissional responsável pela criação de programas, vinhetas, spots, textos comerciais, arranjos e tudo mais para que a programação da rádio seja atraente e consiga alcançar o público de maneira satisfatória, além de agradar os patrocinadores.

Diretor de arte: é o responsável por conduzir a programação da rádio e todos os profissionais envolvidos, bem como acompanhar de perto todas as produções da área de criação para assegurar a qualidade, antes de ir para o ar.

Editor: o editor é o profissional que trabalha depois do período de gravações, pois é preciso editar as locuções e propagandas gravadas para que ao concluir se obtenha um material de qualidade.

Gestor: o gestor é o responsável por adquirir produções para o rádio de forma a promover o crescimento do negócio com soluções práticas adquiridas na mão de pessoas que oferecem produtos para esse fim. É normalmente um profissional com muita experiência em diversas funções dentro de uma emissora.

Produtor: é o profissional que trabalha na produção, ou seja, ele é quem vai conseguir todo o suporte necessário para as produções da rádio, seja programas, gravação de propagandas e outros.

Roteirista: é o profissional que vai orientar as partes de uma gravação de comerciais ou programas ao vivo ou não, elaborando todo o passo a passo que deve ser seguido para que a produção seja de qualidade.

Técnico: é a pessoa responsável por operacionalizar todos os processos planejados pelo criador e roteirista, além de operar mesas de som e equipamentos de gravação de áudio.

Embora as profissões dentro de uma emissora de rádio sejam bem divididas e organizadas, é certo que nem todas as rádios possuem profissionais dedicados a cada função específica. Seja por economia ou pelo tamanho da rádio, em vários casos um mesmo profissional pode acabar sendo responsável por várias das funções que citamos.

Exigências para ocupar os cargos para trabalhar em uma rádio


Se você possui interesse em trabalhar em uma emissora de rádio, fique atento nas exigências:

Boa comunicação na parte oral escrita. Independente do cargo que você planeja ocupar em uma emissora de rádio, isto é algo imprescindível.

Sempre aparecerá o momento em que você precisará ajudar a escrever roteiros para gravação, textos para notícias curtas, recados e outros, sem contar que este é um fator primordial para o crescimento profissional;


Comprometimento, pontualidade e responsabilidade. Em uma emissora, não há espaço para a palavra “depois”. Se uma tarefa não for concluída há tempo, a emissora como um todo irá ser prejudicada.


Criatividade. Imprevistos acontecem a todo momento, e um profissional criativo irá fazer toda a diferença quando as coisas não saírem como o planejado;


Facilidade para trabalhar em equipe. Como já visto aqui neste texto, trabalhar em uma emissora de rádio significa lidar com vários profissionais ao mesmo tempo. A saúde da emissora depende do comprometimento de todos os profissionais;


Organização e cautela. Os equipamentos de uma emissora de rádio são todos, sem exceção, caros e sensíveis. O profissional deve ter cautela ao utilizá-los e ser organizado para mantê-los sempre impecáveis.


Qual curso fazer para trabalhar em uma rádio


Se você pretende trabalhar em rádio um curso de Rádio e TV irá contribuir muito para a sua formação profissional. Outros cursos como Comunicação Social, Publicidade e Propaganda e Jornalismo também podem ajudar.

Nós já entramos em detalhes sobre este assunto aqui no blog! Veja quais cursos fazer para ser um locutor de rádio.

Nós também já ensinamos como se tornar um apresentador de rádio!

Conclusão


Trabalhar em um rádio é algo que vai tornar você um excelente profissional, pois as experiências e aprendizagem transmitidas nesse ambiente são levadas para a vida inteira.

Mas agora você já sabe quais são as profissões necessárias em uma emissora de rádio e como estudar para se qualificar para trabalhar nesse meio de comunicação, busque informações referentes aos cursos e comece já a se preparar.

Uma ótima ideia é criar a sua própria rádio, pela internet. Uma web rádio é extremamente fácil de ser gerenciada, e você mesmo pode iniciar a transmissão da sua própria casa, em poucos minutos.

Fonte: blog.brlogic.com

Tags::

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.