Dicas de oratória

Dicas de oratóriaO que é oratória? Nada mais é que um conjunto de regras que constituem a arte do bem dizer, a arte da eloquência; retórica.
Mas, o que compõem a oratória?
– a forma como o orador se apresenta;
– sua postura;
– sua imagem;
– e sobretudo o poder de argumentação.

Tudo isso contribui para convencer ou não o interlocutor.

Portanto aqui vão algumas dicas de oratória pra você se destacar ainda mais em seus discursos.

1. Saber exatamente o que vai dizer no início, quase palavra por palavra, pois neste momento estará ocorrendo maior liberação da adrenalina.

2. Levar sempre um roteiro escrito com os principais passos de apresentação, mesmo que não precise dele. Afinal, isso trará mais segurança.

3. Se tiver que ler algum discurso ou mensagem, imprima o texto em um cartão grosso ou cole a folha de papel numa cartolina, assim, se as suas mãos tremerem um pouco o público não perceberá e você ficará mais tranqüilo.

4. Ao chegar diante do público não tenha pressa para começar. Respire o mais tranqüilo que puder, acerte devagar a altura do microfone (sem demonstrar que age assim de propósito), olhe para todos os lados da platéia e comece a falar mais lentamente e com volume de voz mais baixo. Assim, não demonstrará a instabilidade emocional para o público.

5. No início, quando o desconforto de ficar na frente do público é maior, se houver uma mesa diretora, cumprimente cada um dos componentes com calma. Desta forma, ganhará tempo para superar os momentos iniciais tão difíceis. Se entre os componentes da mesa estiver um conhecido aproveite também para fazer algum comentário pessoal.

6. Antes de falar, quando já estiver no ambiente, não fique pensando no que vai dizer, preste atenção no que as outras pessoas estão fazendo e tente se distrair um pouco.
7. Antes da apresentação evite conversar com pessoas que o aborreçam, prefira falar com gente mais simpática.

8. Antes de fazer sua apresentação, reúna os colegas de trabalho ou pessoas próximas e treine várias vezes. Lembre-se de exercitar respostas para possíveis perguntas ou objeções, com este cuidado não se surpreenderá diante do público.

9. Caso dê branco, não se desespere. Repita a última frase para tentar lembrar a seqüência. Se este recurso falhar, diga aos ouvintes que mais a frente voltará ao assunto. Se ainda assim não se lembrar, provavelmente ninguém irá cobrar por isso.

10. Todas essas recomendações ajudam no momento de falar, mas nada substitui uma consistente preparação. Use sempre todo o tempo de que dispõe.

Dicas de oratória

Falar bem e saber argumentar são quesitos fundamentais nos profissionais de hoje e podem ser aprendidos e aperfeiçoados através de estudo e prática.

Desenvolva suas habilidades de argumentar e garanta boas relações profissionalmente, obtendo metas de modo cooperativo e construtivo sem gerar conflitos.

Enfim, faça desse post mais um instrumento de aprendizado e bom estudo.

Até a próxima!

Dicas para locutor de rádio


Dicas para locutor de rádio

Mais um conteúdo da nossa série “Manual do locutor”, vamos lá, porque tem muita coisa boa ainda.

Dicas para locutor de rádio

O locutor de rádio deve ter segurança do que fala, uma vez que rádio, se faz ao vivo. Procure estar sempre bem informado.

Leia os jornais do dia, ouça bastante rádio, procure se informar do assunto que está em evidência na mídia, conheça a pronúncia de nomes de personagens estrangeiros em destaque, aprenda a ler e pronunciar bem o inglês e o espanhol.

Ao fazer sua locução no rádio, fale como se fosse para uma pessoa. Seja sempre simpático, abra um sorriso ao falar, as pessoas que estão te ouvindo serão contagiadas pela sua alegria. Saiba cativar a audiência.
A grande maioria das rádios, têm sua programação voltada para o povo, pessoas de diferentes gostos. Estas emissoras fazem uma programação bastante eclética, buscando agradar a todos, ou pelo menos a grande maioria.

Portanto, olha as dicas:
# O locutor tem que ser imparcial.
# Nunca deixe seu gosto pessoal, ser notado ao anunciar ou comentar sobre uma música.
# Faça tudo sempre com o mesmo entusiasmo, e fale somente o necessário.
# Enriqueça seu programa usando bem as vinhetas de passagem, os jingles, efeitos sonoros etc.
# Nunca fale em cima do início da letra da música. O máximo que você pode fazer, é usar a introdução da música para falar algo rápido, sem atropelar a cabeça da música.
# Não deixe buracos entre uma música e outra, seja dinâmico, prenda a audiência, faça rádio para as pessoas, não para você.
# O seu gosto pessoal não pode interferir no seu trabalho, goste de todas as músicas, torça por todos os times, mas acima de tudo fale com naturalidade, não imposte a voz.
# Ao falar seja você mesmo, fale… não cante, você não é a atração principal da rádio, as pessoas ouvem rádio , para ouvirem músicas , notícias , etc…
Se você estiver trabalhando em uma rádio de programação segmentada, como rádios que só tocam músicas gospel, pagodes, rock, clássicos, etc…
  • Incorpore o estilo de cada rádio, o locutor deve ser um mutante, e se moldar de acordo com o ambiente.
  • Ouça bastante, rádios de diversos estilos. Absorva o que for bom, o que for ruim descarte.
  • Não imite nunca ninguém, principalmente na voz, conquiste seu espaço, seja você mesmo.
  • Ao ler uma notícia, cuidado com o tom. Não vá ler sorrindo uma notícia trágica, ou vice-versa.
  • Tome ciência do conteúdo da nota antes de lê-la no ar.
  • Ao ler um texto, não de impressão de leitura.
  • Acredite no que está lendo, procure ser convincente.
  • Conheça a programação musical, os comerciais e as promoções antes de assumir o horário, confira o perfeito funcionamento do equipamento.
Microfone
O microfone é o amigo inseparável do locutor, mas pode se tornar um inimigo, se você não desligá-lo nos intervalos entre as músicas.

Dicas:

  • Nunca vire folhas próximo ao microfone;
  • Evite tomadas de ar longas e sonoras;
  • Espire como locutor não como um velho ofegante e asmático;
  • A boca não pode emitir outros sons ou ruídos estranhos , como estalar de língua , lábios ,pigarrear, tossir , etc…
  • Mantenha a distância correta do microfone.
Com a evolução da tecnologia, eles se tornaram altamente eficientes e capazes de detectar os menores ruídos. Por isso você não precisa beijar o microfone para falar.
Geralmente um palmo de distância é o mais indicado para rádios. É claro que existem microfones mais sensíveis, em que às vezes, observa-se até um metro de distância.

Geralmente são usados em estúdios de dublagem e comerciais. Falar colado ao microfone, provocará a saturação do áudio, e com isso os famigerados puffs, que são pancadas provocadas por fonemas formados pelas letras p, b e vogais, ex: pipa , povo , bola , etc…

Se você pretende ser locutor de FM, terá de operar todo o equipamento, inclusive ajustar o microfone (altura e distância), adequadas para você. No caso das rádios AM, preste muita atenção ao operador, que fará sinais durante a programação.

O entrosamento deve ser perfeito entre o locutor e o operador. Em estúdios para gravações de textos, spots, narrações, etc…, se posicione à frente do microfone, não mecha no microfone sem pedir autorização ao operador ou editor que irá gravar você .

Pode acontecer que haja uma indisposição do operador, tendo em vista que ele está ali para fazer isto.

Ajustar todo o equipamento é dever dele, e devemos respeitar. Nos Estados Unidos isto dá a maior treta, pois lá são enjoados e altamente profissionais.

Então, espero que tenho ajudado com essas dicas.

Até a próxima!

Manual do locutor – Locução e voz

Manual do locutor - Locução e voz

Manual do locutor – Locução e voz
Manual do locutor – Locução e voz é mais um episódio da nossa série. Da mesma forma que um atleta cuida de seu corpo, um locutor também precisa cuidar de sua voz. Mesmo porque, uma bela voz vem de tributos pessoais, da formação congênita de uma pessoa.
Mas, não devemos esquecer no entanto, que a boa comunicação pela voz não é feita apenas pôr um belo timbre e sim, pela técnica. Nesse manual você terá um amplo entendimento sobre isso.
Vimos anteriormente, que muitos fatores além da qualidade vocal, interagem no momento da locução. A pronúncia correta das palavras junto ao microfone, com boa dicção e articulação é uma delas.
A seguir anote algumas dicas que sempre funcionam:
  • Evite tomar líquidos excessivamente gelados de uma só vez
    O líquido em baixa temperatura, quando ingerido rapidamente, pode baixar suas defesas, devido a presença de uma flora bacteriana presente em sua traqueia. No momento da ingestão, que vai para o estômago, provoca um desequilíbrio térmico no interior do nosso corpo. –
    Isto faz com que o sangue e os glóbulos vermelhos, que são a defesa do organismo naquela região, sigam instantaneamente para o aparelho digestivo.

Isto provoca uma baixa resistência nas defesas da garganta que pode ser invadida pôr bactérias e vírus localizados naquela região, causando uma amigdalite, que vai provocar rouquidão.
Para evitar a origem destes problemas basta você ingerir líquidos gelados mais pausadamente, quebrando inicialmente a baixa temperatura na boca.

  • Evite tomar leite, iogurte, comer queijo, ou chocolate antes de entrar no ar.
    Não que prejudiquem sua voz, mas porque toda substância láctea quando ingerida, vai alterar o PH da sua saliva, deixando-a mais viscosa. Isto vai provocar pigarros devido a maior densidade da saliva ao umectar as cordas vocais durante a fonação.
  • Se você é fumante, saiba que o cigarro é um dos maiores inimigos da qualidade da sua voz. Pois existem partículas na fumaça que serão depositados nas cordas vocais causando constante irritação.
Tosses e pigarros estarão dividindo espaço com sua Locução.
  • Gargarejos diários com água morna e sal, acompanhados de meio copo de limão pela manhã, agem como preventivos das infecções de garganta, excessivamente prejudiciais ao locutor
Então pessoal, uma boa leitura, espero que absorvam o máximo possível deste manual do locutor – Locução e voz. No encontraremos logo mais no próximo episódio, Técnicas – Notícias.

Enfim, por hoje é isso, um abraço!

 

 

Manual do locutor, dica de locução

Manual do locutor, dicas de locução

Manual do locutor, dica de locução é nosso primeiro assunto de uma série com muito conteúdo pra você se aperfeiçoar ainda mais.
Serão vários posts com episódios interessantes pra te ajudar a incrementar seu currículo de locutor.
Toda quinta estremos postando aqui no manual do locutor, um episódio diferente, então acompanhe nossos posts.
Dicas de locução
Primeiramente quero deixar bem claro que uma voz boa não é fundamental, mas ajuda bastante e tem sua importância. Mesmo porque, uma boa voz junto com conhecimento dá uma mix bem legal.
Para o locutor de rádio, o mais importante é transmitir com objetividade, segurança e credibilidade na leitura da informação.
Portanto, o sucesso do locutor de notícias depende principalmente de:

  – Conhecer os assuntos abordados;
              – Ler o texto antes de entrar no ar;
              – Realçar as palavras,  que devem ser lidas com ênfase;
              – Assinalar a pronúncia correta de nomes e lugares;
              – Ler sem pressa;
              – Interpretar ( não encenar ) o texto;
              – Ser natural, alegre, descontraído, irônico ou consternado, sempre respeitando o tom da notícia;
              – Acreditar no que está lendo.

Uma boa dicção valoriza o texto e não confunde o ouvinte. Por isso, o locutor deve articular bem as palavras, sem comer letras ou sílabas inteiras e nem deixar cair o tom de voz no final das frases, a fim de que não atrapalhe o ritmo da leitura.
O locutor deve ficar de 10 à 20 cm de distância do microfone, para evitar a saturação do mesmo, e provocar a distorção no áudio. Apesar de que essas distâncias variam de acordo com a potência de voz de cada locutor; quanto mais forte for a voz mais longe do microfone deve ficar. Isso varia, também com a qualidade de captação do microfone.

Em conclusão do nosso primeiro episódio da série Manual do locutor, espero que tenham gostado.

No próximo episódio falaremos sobre Técnicas-Ao falar, não perca nenhum post, porque, com toda certeza, fará diferença em sua comunicação.

Então é isso, até a próxima quinta-feira!

 

 

 

 

O que estudar para ser um locutor de rádio

O que estudar para ser um locutor de rádio

O que estudar para ser um locutor de rádio

O rádio já foi o meio de comunicação mais democrático do país. Em sua Era de Ouro, os locutores das estações quase faziam parte da família dos ouvintes. Mas, na Era Digital, qual a demanda para profissionais de locução?

Se você tem interesse em estudar com o objetivo de se tornar locutor, é importante ter ciência de que não necessariamente irá trabalhar numa estação de rádio tradicional. Também há uma demanda para essa profissão em rádios online, podcasts, freelancer ou comerciais de TV e rádio.

Como faço para ser Locutor de Rádio?

Hoje em dia, a maneira mais prática de começar uma carreira de locutor é através de cursos técnicos de locução. Pode-se aprender, nesses cursos, a colocar a voz corretamente na locução, ritmo de leitura, dicção, improvisação, etc. Os cursos podem ser oferecidos por escolas de teatro ou escolas específicas de locução.

É importante procurar por um curso que ofereça o Documento de Registro Profissional, conhecido popularmente por DRT. Esse documento é exigido pelo sindicato dos radialistas, e todos os profissionais de locução precisam dele para se candidatar a um emprego.

Existe alguma outra opção para seguir carreira em locução?

Existe sim! Dentro dos cursos de Comunicação Social, como Jornalismo, Publicidade ou Rádio e TV, você pode encontrar direcionamento para estágios em locução. Procure por alguma faculdade que publique podcasts, ou possua uma rádio ou TV online, como por exemplo a Rádio UFMG Educativa.

Alguns professores tem uma afinidade especial pelo radialismo e podem te encaminhar para estágios dentro da universidade. Converse com seus professores e procure informações.
Lembrando que os cursos citados não são voltados à locução, nem mesmo ao radialismo. Se quiser cursar alguma das graduações dentro da esfera da Comunicação Social, é importante ter afinidade com o conteúdo dos cursos também. Por exemplo, se seu interesse é voltado a locução publicitária, talvez o curso de Publicidade se encaixe melhor em suas expectativas.

Ainda existe faculdade de radialismo?

A graduação para radialista era muito procurada, mas hoje em dia infelizmente não existe mais. Atualmente, encontramos o bacharelado em Rádio e TV, que como o próprio nome diz, não é voltado apenas aos profissionais do rádio.

A graduação também pode incluir Internet e Vídeo e geralmente é focada na direção, criação e produção de conteúdos. Pelo caráter operacional e prático da profissão, as disciplinas cursadas também costumam ser voltadas à execução das atividades diárias de um profissional de rádio e TV.

Mas também é essencial ter um bom embasamento teórico. Se o seu objetivo é trabalhar apenas com a locução, esta opção de curso é muito extensa e abrangente para isso, pois as disciplinas também englobam redação, sonoplastia, telejornalismo, estudos culturais, entre outros tópicos. Entretanto, se você também se interessa por essas áreas de produção de conteúdos radiofônicos e televisivos, talvez essa seja a melhor opção a ser considerada.

Se seu sonho é trabalhar com locução e pretende cursar Rádio e TV, não se esqueça de verificar na Matriz Curricular da universidade a qual pretende se candidatar, se existe uma matéria específica de locução no curso.

Posso aprender sozinho? Como começar?

Antes mesmo de começar alguma graduação ou curso técnico, é possível aprender um pouco sobre locução para rádio de diversas formas:

– LEITURA: Através de e-books ou exercícios de locução disponíveis online é possível adquirir muito conhecimento. Existem conteúdos gratuitos que são fantásticos, mas também considere a ideia de comprar um e-book ou livro físico.

– VISITAS: Uma rádio comunitária é um exemplo de um lugar excelente para se conhecer, mas também é possível visitar rádios universitárias ou até mesmo grandes emissoras. Socialize com as pessoas, faça perguntas inteligentes sobre o trabalho e peça dicas de como começar a carreira como locutor. Converse com eles sobre seu sonho, solicite a gravação de um teste e um feedback sincero. Ofereça-se como estagiário, mesmo que, a princípio, não te posicionem na locução. Uma das coisas mais importantes no mercado de trabalho é a construção de uma boa rede de relacionamentos, o famoso networking. Aproveite essa oportunidade e construa-o.

– TREINAMENTO: A teoria não é nada sem a prática. Faça gravações em casa, ouça o que gravou e procure melhorar. Você pode criar sua própria rádio online para utilizar como laboratório. Seus amigos, mesmo sem experiência na área, podem oferecer críticas relevantes, por isso é importante sempre divulgar o seu trabalho e saber receber os feedbacks. Por exemplo: se eles acharam fácil de entender, se tiveram dificuldade em se concentrar, se sua voz parecia monótona, etc.

– APERFEIÇOAMENTO: Não foque apenas no que aprendeu por si só. Procure cursos de locução profissional e tenha a DRT. Para se destacar ainda mais, considere fazer cursos de Teatro ou Oratória. Em algumas cidades, é possível encontrar esses cursos em Centros Culturais gratuitamente ou por preços acessíveis. Saber falar inglês também é um diferencial.

– SEJA VISTO: Faça um perfil no LinkedIn e mostre seu trabalho. Comente em blogs sobre o assunto e divulgue seu portfólio. Procure por freelancer na área, em sites reconhecidos como o 99freelas e o Workana. Volte às rádios que visitou e ofereça seus serviços. Você pode começar como operador, editor, ou estagiário: o importante é ter muita dedicação e muita vontade de crescer!

Lembre-se: sua voz é seu trabalho!

Todos os profissionais de voz, como os locutores, cantores e professores, precisam de acompanhamento com um fonoaudiólogo para manter sua saúde vocal. Mas, antes mesmo de conseguir um emprego na área, é importante já começar a cuidar bem de seu meio de sustento.

Evite:
– Pigarrear em excesso;
– Gritar ou sussurrar;
– Respirar pela boca;
– Cigarro;
– Excesso de álcool;
– Excesso de cafeína;
– Bebidas muito geladas ou muito quentes.

Procure sempre:
– Beber muita água, para manter as cordas vocais hidratadas;
– Bocejar de manhã;
– Fazer exercícios vocálicos;
– Exercitar-se.

Dica extra: A maçã é um adstringente natural e ajuda a limpar o trato vocal, sendo uma ótima aliada nos cuidados com sua voz.

Não se esqueça: A dedicação e o trabalho duro são mais essenciais na carreira de locutor do que o talento natural e a voz bonita. Se você deseja ingressar na carreira, não desanime nas primeiras dificuldades. Procure sempre ser melhor do que era antes e busque feedbacks constantes.

Qual formação profissional necessária para ser locutor de rádio?

E aí caro leitor, tudo bem? Antes de continuar, gostaria de pedir para ajudar no crescimento do nosso projeto, compartilhando, curtindo, comentando. Isso nos ajudará a manter o projeto no ar.

Por mais interessante que seja uma programação, a emissora precisa ter um locutor de rádio competente para chamar a atenção dos ouvintes. Este profissional é o elo entre a estação radiofônica e o público. Por isso, ele exerce um papel de extrema importância para manter a audiência em um bom nível. Além de uma voz agradável, é necessário ter muito conhecimento do que pretende expor ao público. Dessa forma, terá mais condições de apresentar uma boa performance e obter resultados expressivos. Neste post, vamos mostrar como está o mercado de trabalho para locutores e dicas para ter uma formação profissional de alto nível. Confira!

Entenda como está o mercado para locutor de rádio

Lei 6.615/1978 regulamentou o cargo de locutor de rádio. Ela definiu as atividades de trabalho desse profissional, que são:

  • locutor anunciador: realiza a leitura de texto nos intervalos dos programas;
  • locutor apresentador: responsável por apresentar os programas, fazer entrevistas e interagir com os ouvintes;
  • locutor comentarista esportivo: faz comentários relacionados a eventos esportivos;
  • locutor esportivo: pode narrar e comentar jogos de várias modalidades esportivas e participar de mesas-redondas;
  • locutor noticiarista de rádio: lê o conteúdo dos programas de notícias;
  • ​e locutor entrevistador: tem a incumbência de fazer entrevistas e de narrar acontecimentos.

Veja onde estão as oportunidades de trabalho

A instabilidade econômica, a escassez de vagas e o aumento da qualificação da concorrência fazem com que a disputa por um emprego de locutor de rádio seja bastante acirrada. As chances de conquistar uma oportunidade abrangem emissoras radiofônicas de pequeno, médio e grande porte, além de segmentos temáticos (juventude, religião, jornalismo, entre outros). Atualmente, as rádios comunitárias são uma boa alternativa para quem está entrando no mercado, porque estão em expansão por todo o Brasil. É possível, também, conseguir uma posição de destaque atuando em uma rádio online, cuja programação pode ser desenvolvida através de sistemas e acessada pelo público através de computadores e dispositivos móveis.

10 Dicas de aquecimento vocal

E aí caro leitor, tudo bem?

Antes de continuar, gostaria de pedir para ajudar no crescimento do nosso projeto, compartilhando, curtindo, comentando. Isso nos ajudará a manter o projeto no ar.

 

1. Fazer vibração com a língua pronunciando o “R”: vai ajudar na pronúncia das palavras.
2. Inspirar e expirar profundamente o ar: relaxa e facilita na projeção vocal.
3. Fazer o som o “A,E,I,O,U” aumentando gradativamente: auxilia nas entonações.
4. Fazer o som nasal do “M” com a mão na cabeça para vibrar o crânio: melhora a projeção vocal.
5. Circular a língua dentro da boca no sentido horário e anti-horário: fortalece a língua e diminui o esforço vocal durante a fala.
6. Fazer caretas, movimentar o maxilar e a língua: relaxa.
7. Articular palavras com uma caneta entre os dentes: melhora a respiração e a articulação.
8. Cantarolar uma música de ninar: aquece os músculos e acalma.
9. Espreguiçar, jogar o corpo pra baixo e bocejar: auxilia na projeção vocal e alivia tensões.
10. Mascar chiclete (ou simular a mastigação): aumenta a resistência da fala prolongada
Tem mais alguma dica?

Dica de sucesso… :D

Para apresentar uma programação de sucesso na sua web rádio, apesar de utilizar somente a voz, a linguagem deve ser bem pensada e simples. Isso significa que mesmo usando a fala, a escrita precisa existir. Por isso um roteiro é indicado para o dia a dia da sua rádio.

As vezes é necessário improvisar, mas empregar o improviso na rotina da sua rádio pode parecer desorganização. E o roteiro existe pra isso, para organizar ideias e pensamentos.

O script tem a intenção de deixar o locutor mais seguro, podendo conter até sinais que indicam qual a entonação da voz a ser utilizada em determinado momento. Além de evitar falhas desnecessárias na hora da locução.

Neste artigo, vamos abordar alguns assuntos importantes para seu roteiro e que vai ajudar, principalmente, na sua programação diária.

COMO TER UMA PROGRAMAÇÃO DE SUCESSO NA SUA WEB RÁDIO

Uma rádio é basicamente dividida por gêneros: musical, variedade, popular, informativo, esportivo e humorístico. Mas, popularmente e mais dinâmica, assim como o rádio, a maioria se divide em informação, entretenimento e esportes.

Porém, como saber qual tipo de gênero diz mais aos meus ouvintes? É preciso abordar todos eles? Não é necessário ter todos os gêneros na sua rádio. Você pode definir o que quer passar e quais os gêneros abordar.

Para apresentar uma programação de sucesso na sua web rádio, dividimos nosso artigo em três itens que consideramos importantes em todas as rádios:

1. Segmentação: é onde falaremos sobre os nossos queridos ouvintes. Nesse item você vai aprender a conhecer o seu ouvinte;
2. Intervenções: nesse item vamos abordar o informativo, humorístico e variedade da sua web rádio;
3. Músicas: aqui falaremos sobre a playlist de músicas para a sua web rádio.

Vamos lá!

1. SEGMENTAÇÃO

A audiência é o que mede o tamanho do êxito da sua web rádio. Seja com 10, 100 ou 10000 ouvintes, sempre é bom aperfeiçoar, não é mesmo?

Entender seu público-alvo é um dos fatores relevantes para alavancar sua rádio. Além de melhorar a audiência, a programação passa a ser toda pensada e organizada de acordo com as preferências e características de seus ouvintes, gerando maior fidelização.

Como fazer isso? Tenha bate-papo com seus ouvintes. Abra votações, interações. Utilize seu site, suas redes sociais. Dessa forma, é possível identificar a faixa etária do seu público, sexo, classe econômica, se eles acessam pelo streaming no site ou app.

Outro recurso que é fundamental para conhecer o público-alvo e também verificar a sua audiência é a Estatística com Geolocalização.

Na Estatística com Geolocalização você consegue saber detalhadamente em qual cidade ou país seus ouvintes estão. Dessa maneira, você vai identificar em qual horário a sua web rádio tem mais audiência, consequentemente, qual estilo musical tem a preferência do seu público.

Para isso, é preciso estar atento, porque a geolocalização é em tempo real. Assim você terá que avaliar e comparar para conseguir um resultado mais preciso.

Para acessar a Estatística com Geolocalização, vá até o painel de sua web rádio. Lá você vai encontrar o ícone de estatísticas. Dentro desse link você já consegue visualizar a estatística de ouvintes mensal. Nessa mesma tela há um botão no qual, clicando, você saberá quantos ouvintes online naquele momento.

Mesmo com público definido é preciso estar atento. O interesse de seus ouvintes pode mudar. A simpatia diminui e junto dela, a audiência.

Compreender o público-alvo vai te ajudar a produzir a programação de sucesso na sua web rádio. Sabendo onde está o seu público, você consegue gerar maior engajamento. Entenderá exatamente qual melhor horário para colocar aquele programete de humor, horóscopo, as músicas mais pedidas. Você fala diretamente com o público daquela região. A partir daí, os ouvintes perceberão que o bloco musical e os assuntos estão voltados para eles.

2. INTERVENÇÕES

Minha web rádio pode apresentar uma programação somente com músicas? Pode sim. Mas, porque não acrescentar para seus ouvintes algumas intervenções?

Existem várias maneiras de incrementar a grade de programação da sua rádio.

  • Programetes: são pequenos áudios que enriquecem sua web rádio. Programetes de humor, notícia, horóscopo, entre outros;
  • Vinhetas: são jingles que destacam o programa, a rádio, ouvintes, entre outros;
  • Hora Certa: é um recurso no AutoDJ que você pode acrescentar no intervalo das músicas, para informar a hora exata, diariamente.

Contudo, incrementar com entrevistas e bate-papo também é uma boa pedida, sempre lembrando que entrevistas longas podem ser cansativas. Seus ouvintes podem gostar ou não desse tipo de intervenção. Se esse for o estilo da sua web rádio, ótimo. Caso não seja, vale a pena fazer apenas pequenas inserções informativas.

Para saber melhor sobre o que colocar na grade de programação, é aí que a segmentação, explicada anteriormente, te auxilia.

3. MÚSICAS

No tópico acima falamos da importância de definir o seu público. Tendo isso planejado, agora é a hora de dar aos seus ouvintes uma programação de qualidade. Porque não basta você ter investido em sua web rádio, comprado os melhores equipamentos, isolado a sala para ter uma acústica perfeita, se você não consegue atender seu público com qualidade através da sua programação.

Uma das maneiras de saber por onde seguir, musicalmente falando, é interagir com seus ouvintes. Por meio do seu site, pedidos de músicas, aplicativo, redes sociais é possível conhecer melhor seus ouvintes e identificar onde você pode incrementar, melhorar ou apenas incluir mais canções.

O que está em jogo aqui neste tópico é a relevância da sua web rádio. É preciso estar atento as músicas escolhidas para sua playlist. Escute toda a música antes de acrescentá-la à sua programação. Certifique-se de que é uma música limpa, pura, sem propagandas, narrações ou qualquer outra interferência. Garanta a qualidade da sua playlist e que junto dela não virá nenhuma surpresa, que não seja as que você preparou para seus ouvintes.

CONCLUSÃO

Com esses três itens é possível ter uma programação de sucesso na sua web rádio, aumentar a sua audiência, fidelizar seus ouvintes e adquirir mais anunciantes. Além de deixar a sua programação mais coerente e direcionada.

Depois de tudo, fica uma reflexão: o conceito da palavra sucesso.

O sucesso é relativo porque ele está ligado ao objetivo de cada pessoa, de cada empresa. Segundo o professor de Direito e Negociação da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos “Todo mundo tem a chance de definir o que é o próprio sucesso”. Já podemos citar algumas definições conhecidas. Para alguns, sucesso é ter dinheiro, para outros é ser reconhecido e para outros ainda é ter bastante audiência. “Quando você sente prazer, isso traz satisfação e você sente que tem um propósito. Isso é ter sucesso”, explica o professor.

E você já deve ter percebido que é ouvindo seus ouvintes que a programação de sucesso na sua web rádio pode ser alcançada.

Como ser um bom locutor

Ao longo do tempo a rádio tem sido um dos meios de comunicação favoritos, em grande parte pela sua proximidade.

Hoje em dia, a rádio é a companhia de muitas das suas tarefas diárias, o que faz com que os locutores passem a ter um papel importante na sociedade, tornando-se em condutores e protagonistas de todos os tipos de programas, desde os informativos aos de entretenimento.

Pensando nisso preparamos esse artigo

Como ser um bom locutor

Instruções:
    1. Primeiramente, é bom saber que a locução estuda-se através de cursos que variam de duração dependendo do país, neste tipo de atividade ensinam-se técnicas de dicção e projeção de voz naquilo que diz.
    2. A primeira coisa a ter em conta é que todas as pessoas que pretendam ser boas locutoras têm de cuidar da sua dicção, as palavras devem ser pronunciadas corretamente, deve-se conhecer o significado das mesmas, não se deve exagerar na sua pronúncia, a ideia é falar de uma forma correta.
    3. O ritmo da fala também é importante, pois na rádio o público sente-se atraído pela sua voz e pelo ritmo da mesma, não se deve falar demasiado rápido nem atropelado, nem muito lento, com o tempo cada locutor desenvolve um estilo próprio, ao início deve-se ter atenção neste aspecto.
    4. Projete a voz sem gritar ou forçar, uma vez que está no ar é importante também que deixe espaço entre a boca e o microfone, para que a voz não soe saturada e não se sinta demasiado a pronúncia de determinadas letras como o S ou o P.
    5. Quando está no ar ou faz parte de um programa com outros locutores é muito importante esperar que um acabe antes de outro começar a falar, este é um dos erros mais frequentes nos locutores novatos, nada que não se possa corrigir com um pouco de paciência e coordenação.
    6. Fale e deixe falar, esta é a chave não apenas para se ser um bom locutor, mas também para ser um grande moderador ou entrevistador, é sempre bom esperar que o outro termine de fazer a sua abordagem antes de começar a falar novamente.
    7. Recorde-se que, mesmo que não os veja, muitas pessoas podem estar a ouvi-lo, por isso é importante ter cuidado no que diz, desde a linguagem às palavras que usa, tudo conta. Mais uma vez, é importante mencionar o estilo, cada locutor tem um estilo pessoal, no entanto a rapidez da rádio faz com que todos vejam a necessidade de serem cautelosos com o que dizem.
Conselhos
  • Ouça os locutores que mais gosta e analise o seu estilo, os seus pontos fortes e fracos e escolha o melhor para si.
  • Todos temos uma forma diferente de fazer as coisas, seja qual for a profissão, com o tempo irá desenvolver o seu para a locução.