Respiração saudável na greve

Respiração saudável na greve

A greve dos caminhoneiros causou diversos transtornos em todo Brasil, mas teve também pontos positivos. A população pode ter uma respiração saudável na greve.

Finalizada na última quarta-feira (30/05),  a greve dos caminhoneiros causou diversos transtornos em todo Brasil, mas teve também pontos positivos. Entre eles, o benefício ao meio ambiente e a saúde das pessoas, graças à redução da emissão de poluentes na atmosfera.

Ainda que não existam dados oficiais, após os dez dias de paralisação nas estradas brasileiras a diminuição no volume de gases de efeito estufa liberados na atmosfera é notória.
No país, caminhões e ônibus são alvos constantes do controle de emissões, pois são responsáveis por aproximadamente 90% da liberação de poluentes.  Portanto,  pioram a qualidade do ar e impactam na saúde das pessoas.

Atualmente, o Brasil possui uma frota de cerca de 2 milhões de caminhões de carga, e estimativas de algumas entidades do setor calculam que mais de 1 milhão aderiram à última greve.
É possível fazer uma rápida conta e verificar o quanto o meio ambiente “ganhou” nesses dias: cerca de 2,83 milhões de toneladas de CO2e deixaram de ser emitidos nos dez dias de paralisação.

Observe isso: Cerca de 2,83 milhões de toneladas de CO2e deixaram de ser emitidos nos dez dias de paralisação.
Isso sem contar a diminuição da frota circulante de automóveis, em virtude da falta de combustíveis nos postos. É claro que as emissões oriundas da utilização de óleo diesel não são as únicas que preocupam.

Um estudo, apontou que a restauração de florestas, a recuperação de solos e a proteção de mangues, podem ser tão impactantes para a diminuição dos efeitos das mudanças climáticas, quanto a eliminação completa da queima de combustíveis fósseis.

No entanto, a importância de governos, empresas e comunidades incluírem as soluções naturais como parte do esforço para conter o aquecimento do planeta. Além da mudança para energias renováveis e o incentivo aos carros elétricos.

No Brasil, o número de projetos com AbE ainda é pequeno, mas conta com um potencial enorme, ainda mais se somados a ações efetivas do Governo.

Com a greve tivemos, mais uma vez, um exemplo do quanto somos reféns do transporte rodoviário no Brasil e, consequentemente, do diesel. Estamos cada vez mais longe de contribuir para o objetivo maior do Acordo de Paris.
Precisamos manter o aumento da temperatura média da Terra, até o final do século, bem abaixo dos 2°C, e continuar os esforços para limitá-lo a 1,5°C.

Já passou da hora de inserirmos na nossa rotina e na nossa cultura ações de conservação bem como de redução de emissões de gases de efeito estufa.

Precisamos entender que nossas atitudes hoje serão resultado do futuro das próximas gerações.

 

Respiração

RespiraçãoSerá que sabemos respirar corretamente? As pessoas que trabalham com a voz precisam dominar uma técnica bem mais apurada de respiração . Estamos acostumadas a inspirar inflando de ar apenas a parte superior dos pulmões. Deixando de aproveitar melhor a capacidade dos foles pulmonares. Por conseqüência, a produção do som fica sensivelmente prejudicada, uma vez que, é o ar emitido sobre as pregas vocais, que as fazem vibrar produzindo o som , que ressoa em nosso tórax e crânio, dando um timbre especial e único para cada pessoa .

Quando estamos fazendo locução, devemos ter total controle da respiração. De acordo com o texto, você vai precisar de mais, ou menos quantidade de ar para realizar a leitura, onde com certeza encontrará frases curtas, e frases longas que devem ser feitas num só fôlego.

Durante a locução ou canto, a respiração deve ser feita da seguinte forma:
  • ·Encha os pulmões de ar, de preferência pelo nariz, principalmente em ambientes abertos ou frios. Faça-o dilatando o diafragma para baixo, de modo que sua barriga pareça encher-se de ar.
    ·Você notará que a parte superior dos seus pulmões, também se inflará, porém de forma correta. Ou seja, somente no final de sua inspiração. Isto quer dizer, que você conseguiu inflar todo o seu pulmão.
    É claro que você não vai fazer nenhum mergulho em profundidade. Entretanto, é necessário que as pessoas que trabalham com a voz, dominem esta técnica. Dosando a quantidade de ar a ser inspirado, de acordo com a frase a ser lida ou cantada.

ÁREAS DE RESSONÂNCIA – São as regiões ocas do nosso corpo onde o som se amplifica. As principais são: pulmões (ressoa notas graves e médias) e cabeça (ressoa notas agudas pela região nasal).
É importante lembrar que todo o aparelho respiratório serve como ressonância para os sons, e para manter uma voz sempre brilhante e jovem, devemos buscar as ressonâncias da face.

Então pessoal, essa foi mais uma da nossa série do Manual do Locutor, te aguardo na próxima postagem hein!

 

Serviços de Streaming personalizados >> https://igrsistemas.com.br

Exercício de locução

Exercício de locução
Exercício de locução. Não basta abrir a boca e falar é preciso exercitar sua voz.

Assim como cantar precisa  exercitar a voz, falar muito, também requer alguns exercícios.

Primeiro exercício de locução é a respiração, que deve ser feita da seguinte forma:

Em primeiro lugar, encha os pulmões de ar, de preferência pelo nariz.
Faça-o estendendo o diafragma para baixo, de modo que sua barriga pareça encher-se de ar. Você notará que a parte superior dos seus pulmões, também se inflará.
Mas de forma correta, ou seja : somente no final de sua inspiração. Isto quer dizer, que você conseguiu inflar todo o seu pulmão.
É necessário que as pessoas que trabalham com a voz, dominem esta técnica. Dosando a quantidade de ar a ser inspirado, de acordo com a frase a ser lida ou cantada.
Toda a produção do som e todas as técnicas da fala estão baseadas na respiração, que influi na dicção , volume da voz e resistência do locutor. Lembre que o exercício de locução é uma prática.
Além da respiração, temos também algumas práticas que ajudarão tanto quanto a respiração.

Vamos praticar com um pequeno texto.
Durante sua leitura, você encontrará, frases ou períodos mais longos, que deverão ser lidos de uma só vez. ou seja: num só fôlego.
Para isso você terá que controlar melhor sua respiração.
A primeira coisa a fazer é estudar o texto, e identificar  frases onde será necessário o emprego de maiores ou menores tomadas de ar. Para ajudar obedeça as traves,  trave simples ( | ) tomadas de ar curtas e, traves duplas ( || ) tomadas de ar mais prolongadas. Por exemplo, leia essa frase abaixo.

” O sistema respiratório  tem como função primordial || fornecer oxigênio e remover o dióxido de carbono das células do organismo, | porém | contribui para o equilíbrio ácido-base, || como sistema de defesa contra infecções, reserva de sangue, produção de componentes vasoativos, entre outras,”

ARTICULANDO
Um dos segredos  para manter a beleza da voz é explorar  suas áreas de ressonância. Quando queremos falar em um tom mais grave ou aveludado, utilizamos a região do tórax onde ressoam os tons graves e médios.
Os timbres mais altos, ressoam na região da face, onde os tons agudos se amplificam, dando uma aparência mais jovial a fala.
Articular bem as vogais, abrir a boca de forma correta, também é algo vital para uma boa impostação da voz. Uma vez que é nas articulações da boca, que o som adquiri características especiais, seja vogal ou consoante.
Exercício de locução
A – É – Ó – Sons claros e abertos. Para emissão perfeita destas vogais, temos que ovalar a boca. Com esta posição o som recua para o fundo da garganta e vibra no palato mole, projetando-se timbrado.
Ô – Ê – I – U – Sons escuros e fechados. O movimento labial faz com que eles se projetem para frente. Nos sons agudos o maxilar cai deixando a boca ovalada.
Ê – I – Estas duas vogais merecem atenção pois são horizontais, e para se projetarem usamos o sorriso, que os mantém vibrando no mordente até o centro da voz. Para atingir notas agudas, o sorriso permanece, porém a boca vai se ovalando em busca de um som arredondado e bem  timbrado.
Os encontros consonantais são tão importantes quanto as vogais. Se as vogais  são responsáveis por uma fala com ótima qualidade de timbre, as consoantes  tornam  a locução mais inteligível.
Articular bem as consoantes, é imprescindível para uma boa comunicação
Para exercitar as consoantes, deve-se fazer a leitura em voz alta, exagerando ou hiper articulando todas as sílabas.
Portanto, não se preocupe com o ritmo ou velocidade de sua leitura, faça o exercício de forma bem consciente e com calma, consequentemente terá bons resultados.

Então é isso, até o próximo!

No próximo post iremos citar alguns exercícios usando encontros consonantais, te aguardo )