Técnica vocal: 5 dicas para aquecer e treinar a sua voz

15 de agosto de 2020

Que tal conhecer a importância da técnica vocal e aprender 5 dicas valiosas para conseguir uma voz poderosa durante as transmissões da sua rádio online? É sobre isso que vamos falar neste post!

Ao cuidar da sua voz, por meio das técnicas adequadas, será possível aumentar capacidade das suas cordas vocais, emitindo sons mais constantes e limpos, sem prejudicar a sua saúde.

Existem três principais elementos para o exercício da voz: o fluxo de ar, consistência muscular e shape do trato vocal, os quais também vamos explicá-los neste texto. Quer saber mais? Continue a leitura e confira!

Conheça os elementos da técnica vocal

O fluxo de ar diz respeito à nossa respiração. Um bom controle do nosso fôlego ajuda — e muito!— a alcançar uma fala harmoniosa, pois ela atua de forma direta na fonação.

Sem uma respiração adequada, você poderá ter algumas consequências na fala, como ficar sem ar nos pulmões e não conseguir terminar uma frase ou cantar notas prolongadas.

Os músculos da faringe são responsáveis pela nossa afinação vocal. Ao exercitá-los, você terá um maior controle vocal e evitará movimentações desequilibradas, colocando força ou relaxando sua faringe nos momentos errados.

Já o shape nada mais é do que o controle do trato vocal, um tubo no qual as oscilações do som serão modificados pelas suas ressonâncias, podendo fazer alguns efeitos, como o de palavras ou vogais faladas de forma mais ou menos anasalada.

No trato também são definidos o filtro acústico produzido pelas pregas vocais, e será ele quem determinará o nosso timbre.

Aprender esses e outros elementos, bem como praticar técnicas vocais é muito importante, pois serão elas quem prevenirão futuros problemas na sua voz ou nos músculos envolvidos, além de reabilitar e aprimorar o seu desempenho vocal.

Você também conseguirá melhorar sua dicção, pronunciando palavras corretamente e sem “engasgar”, melhorará a sua respiração, além de ser uma ótima terapia para relaxar o corpo e a mente, controlando o stress e ansiedade cotidianos.

Aprenda dicas para treinar e aquecer a sua voz

Mesmo aprendendo os elementos mais importantes para conseguir potencializar a sua voz, será preciso colocar isso em prática por meio de treinamentos, por isso, agora você aprenderá 5 dicas que farão com que você consiga fazer transmissões impecáveis mais rapidamente.

1. Treine a sua respiração

Como falado anteriormente, ter um ótimo controle da sua respiração ajudará de forma direta a conseguir uma fala melhor. Para isso, você poderá fazer exercícios de respiração diariamente ou na maior frequência possível, o que ajudará tanto na qualidade da voz quanto em amenizar outros problemas de saúde.

Um dos exercícios consiste em deitar no chão, tapete ou qualquer superfície com um livro apoiado em sua barriga. Feito isso, comece a inspirar ar pelo nariz e expirar pela boca de forma calma, tendo como desafio principal não movimentar tanto o livro.

2. Relaxe a sua fala

Para conseguir melhorar a sua dicção, fazendo suas transmissões de forma bem articulada e clara, é necessário fazer exercícios de relaxamento vocal.

Essa técnica também auxilia para que a sua fala não pareça “apressada”, fazendo com que você fique calmo e consiga transmitir segurança no que está defendendo no discurso.

Um exercício bastante simples é apoiar dois dedos (anelar e indicador) sobre o nariz de forma a leve, sem obstruir a sua respiração por completo. Depois, faça o famoso som da abelha, dizendo “hmm” com a boca fechada durante 1 minuto. Faça pausas de 30 segundos e repita o exercício 3 vezes.

3. Saiba aquecer e desaquecer a voz

É importante treinar a sua fala em momentos nos quais você não esteja transmitindo ao vivo na sua rádio, porém é bastante significativo fazer exercícios antes e depois de se apresentar.

Isso vai fazer com que você consiga uma qualidade de áudio alta, além de permitir que os músculos usados na fala possam descansar da forma correta.

Uma boa forma de aquecer a voz é colocando a sua língua no céu da boca e fazendo sons vibrantes como “trrr”, e depois, vibrando os lábios fazendo “brr” até que o ar dos pulmões acabe. Deixe o abdômen contraído durante todo o processo.

Para desaquecer, beba água na temperatura ambiente e faça pelo menos 10 bocejos. Deixar a fala em repouso por no mínimo 20 minutos ajudará a laringe — e todos os envolvidos na produção da sua voz— a descansar.

Caso seja possível, faça consultas regulares com um fonoaudiólogo para verificar a condição da sua fala. Instrumento muito importante para qualquer radialista, além de evitar e prever danos irreversíveis que podem afetá-la.

4. Leia trava-línguas

Eles são uma ótima forma de trabalhar a articulação dos músculos bucais e da língua, permitindo que você fale as palavras corretamente e de forma completa, sem “engolir letras” ou travar em alguma sílaba difícil.

Experimente ler alguns trava-línguas em voz alta e alternando a sua velocidade. Para melhorar ainda mais a sua dicção, você poderá segurar um lápis com a boca enquanto os recita. Alguns exemplos que você poderá usar são:

  • “trazei três pratos de trigo para três tigres tristes comerem;”
  • “a Iara agarra e amarra a rara arara de Araraquara;”
  • “o padre pouca capa tem, porque pouca capa compra;”
  • “língua custosa eu sei falar água cheira chitangua tanguarita oratangua.”

5. Libere a voz

Um problema comum de cantores ou narradores é ter a fala com o aspecto de “presa”, não conseguindo falar ou está saindo de forma muito baixa. Pode ser um problema psicológico ou fonético, precisando assim de ajuda profissional.

Seu emocional atua diretamente na sua voz, que transmitirá os seus sentimentos. Por isso, a insegurança é o motivo de muitas pessoas não conseguirem cantar ou falar de forma alta e clara.

Fazer exercícios que estimulam a liberação da fala podem ajudar nesse processo: fique agachado, deixando os joelhos dobrados e os braços ao redor do corpo, como se estivesse abraçando as suas pernas. Mantendo a respiração e o diafragma no meio. Depois, respire e se estique como estivesse se espreguiçando, falando “Ugh” profundamente.

Contudo com essas dicas sobre técnica vocal você fará narrações cada vez melhores, falando de forma correta, clara e confiante. Mas não se esqueça de que os treinamentos precisam ser frequentes, porém tomando cuidado para que a sua voz e músculos não fiquem desgastados.

Fonte: maxcast.com.br

Social Media

MAIS VISTOS

Receba as últimas atualizações

Assine nossa newsletter semanal

Sem spam, notificações apenas sobre novas postagens e ofertas

DOWNLOADS

Categorias